A LEXVIS

A Lexvis, é uma Associação Cultural e Desportiva do Círculo Judicial de Viseu,  que foi legalmente constituída em 29-03-2006, com o propósito de, integrando funcionários judiciais e magistrados de toda a comarca de Viseu, bem como aqueles que a ela se queiram associar, fomentar a participação activa dos seus sócios, familiares e amigos, em eventos de natureza cultural, recreativa e desportiva, a promover pela associação.

Assim, desde o seu nascimento foram constituídos grupos de trabalho para canalizar vontades e impulsionar a realização de atividades ocasionais ou de longa duração, calendarizadas nos seus planos de atividades anuais.

Destacam-se as actividades regulares dos grupos organizados que integram a associação, como o de futebol, com treinos semanais; o de atletismo, com participações em provas federadas, nacionais e internacionais; e o de música popular portuguesa (Band´Habilus), com actuações frequentes, na região e não só.

Nos últimos anos e por diversas ocasiões, esta Associação envolveu-se em inúmeras e diversificadas iniciativas, destacando-se aqui as actividades recreativas, em regime de voluntariado, junto de idosos institucionalizados, através do grupo musical “Band’Habilus”, animando diversos eventos, tais como: festas de Natal; Janeiras, São Martinho, Aniversários, etc..

Na sequência dessas participações, surge uma nova preocupação, que visa envolver todos os associados e ainda entidades que aceitem assumir uma parceria com esta Associação, criando uma onda de solidariedade, com o fim de minimizar carências materiais e afectivas deste alvo populacional.

A situação social das pessoas idosas merece uma atenção particular por parte da sociedade em geral, pois é sabido que, muitas das vezes, há uma inadequação das respostas às necessidades que esta faixa etária demanda.

A crise económica que tem atingido o país tem-se reflectido numa redução das medidas de protecção social e, se por um lado os idosos aparecem como um grupo dos mais vulneráveis à pobreza e exclusão social, por outro lado, as medidas de apoio a este grupo não respondem ao impacto negativo que as medidas de austeridades têm provocado no bem-estar destas pessoas.

Impõe-se assim que a sociedade em geral assuma um papel ativo nos desafios inerentes ao envelhecimento da população e nas principais necessidades das pessoas idosas, de modo a promover a dignidade de vida destas pessoas.

Não sendo indiferente a esta responsabilidade colectiva, dispõe-se esta Associação a desenvolver um plano de actividades que visam a melhoria da qualidade de vida, ao nível material e emocional, deste segmento da população viseense, nascendo o Projecto “Manta de afectos”.

Viseu, 13 de Janeiro de 2016